uma abordagem etnobotânica: mulheres que cuidam de quintais, guardam a biodiversidade das plantas e sua riqueza alimentar, medicinal, ornamental e mística.

corregos_vivos_ccercadinho_jardins.jpg

quais histórias são narradas e compartilhadas pelas gentes que habitam o córrego Cercadinho?
quais múltiplas geografias são produzidas diariamente no território?

corregos_vivos_ccercadinho_historias.jpg

pensando as águas do Cercadinho como viventes carregadas de afetos, quais valores podem ser negociados?
quais moedas e imagens podem ser pensadas?

corregos_vivos_ccercadinho_moeda social.

na bacia do Cercadinho, inúmeras nascentes resistem à constante pressão do mercado imobiliário. como pensar as águas e as matas como elementos estruturantes da cidade?

corregos_vivos_ccercadinho_nascentes.jpg

torres têm a natureza em seu nome mas muros e cercas as separam dos córregos e matas. 

quais outros modos de vida e de espaços seriam possíveis?

corregos_vivos_ccercadinho_condominios.j

pinturas de territórios da água: gentes, plantas, terra, bichos, terreiros, quintais, vistas aéreas, mapas; conversas, cotidianos, álbuns de família, google streetview e narrativas.

corregos_vivos_cercadinho-pinturas.jpg